Notícias

Mobiliário para call center e televendas

Sua empresa possui um setor de televendas? Ou uma central de atendimento ao cliente? Esses tipos de ambientes requerem mobiliário especial, visando melhor aproveitamento do espaço e, principalmente, conforto, bem estar e ergonomia para os funcionário do setor.

Funcionários de call center e televendas trabalham muitas horas sentados e utilizam simultaneamente telefones e computadores. Por esse motivo, há normas que regulamentam os móveis a serem utilizados nesses espaços, estabelecendo parâmetros mínimos para o trabalho com essas atividades, de modo a proporcionar um máximo de conforto, segurança e saúde, garantindo um desempenho eficiente.

As exigências para esse tipo de mobiliário são muitas, dentre as quais destacamos:

  • Para o trabalho sentado, o mobiliário deve permitir variações posturais, com ajustes de fácil acionamento, de modo a prover espaço suficiente para o conforto.
  • a bancada sem material de consulta deve ter, no mínimo, profundidade de 75 (setenta e cinco) centímetros medidos a partir de sua borda frontal e largura de 90 (noventa) centímetros que proporcionem zonas de alcance manual de, no máximo, 65 (sessenta e cinco) centímetros de raio em cada lado, medidas centradas nos ombros do operador em posição de trabalho;
  • a bancada com material de consulta deve ter, no mínimo, profundidade de 90 (noventa) centímetros a partir de sua borda frontal e largura de 100 (cem) centímetros que proporcionem zonas de alcance manual de, no máximo, 65 (sessenta e cinco) centímetros de raio em cada lado, medidas centradas nos ombros do operador em posição de trabalho, para livre utilização e acesso de documentos;
  • o plano de trabalho deve ter bordas arredondadas;
  • as superfícies de trabalho devem ser reguláveis em altura em um intervalo mínimo de 13 (treze) centímetros, medidos de sua face superior, permitindo o apoio das plantas dos pés no piso;
  • os assentos devem ser dotados de: apoio em 05 (cinco) pés, com rodízios cuja resistência evite deslocamentos involuntários e que não comprometam a estabilidade do assento; superfícies onde ocorre contato corporal estofadas e revestidas de material que permita a perspiração; base estofada com material de densidade entre 40 (quarenta) a 50 (cinquenta) kg/m3; altura da superfície superior ajustável, em relação ao piso, entre 37 (trinta e sete) e 50 (cinquenta) centímetros, podendo ser adotados até 03 (três) tipos de cadeiras com alturas diferentes, de forma a atender as necessidades de todos os operadores; profundidade útil de 38 (trinta e oito) a 46 (quarenta e seis) centímetros; borda frontal arredondada; características de pouca ou nenhuma conformação na base; encosto ajustável em altura e em sentido antero-posterior, com forma levemente adaptada ao corpo para proteção da região lombar; largura de, no mínimo, 40 (quarenta) centímetros e, com relação aos encostos, de no mínimo, 30,5 (trinta vírgula cinco) centímetros; apoio de braços regulável em altura de 20 (vinte) a 25 (vinte e cinco) centímetros a partir do assento, sendo que seu comprimento não deve interferir no movimento de aproximação da cadeira em relação à mesa, nem com os movimentos inerentes à execução da tarefa.

A Cors Móveis é especialista em mobiliário corporativo e possui linha específica para call center e centrais de atendimento e televendas: Baias, mesas e estações de trabalho com divisórias, cadeiras, entre outros. Entre em contato conosco e solicite um orçamento ou a visita de um de nossos consultores – Fone (62) 3255-4414 ou atendimento@corsmoveis.com.br

(62) 3255-4414 ORÇAMENTO
Fechar